Colin Pritchard

 Drum Major

“Minha introdução às Gaitas-de-fole e às Pipebands foi muito cedo, assistindo várias bandas tocando em desfiles na Prince Street, em Edimburgo. Logo depois eu vim a estudar com dois percussionistas de Pipebands no Fettes College também em Edimburgo. Eles faziam suas práticas de caixa e tenor o tempo todo e sempre me deixavam maluco com o barulho. Eles faziam parte da banda oficial do colégio a F.C.P.D., fundada em 1912, 42 anos após a fundação desta tradicional escola escocesa. Em 2001, já morando em São Paulo, entrei para a Scottish Link Pipeband como Drum Major e em 2009, com o suporte da St. Andrew Society de São Paulo fundamos a SASPD. Enquanto estive nestas 2 bandas tive o prazer de participar de 5 encontros de Pipebands na América do Sul e um mundial em Glasgow. Hoje acompanhamos a banda crescer, e além de Drum Major ocupo o cargo de tesoureiro da banda também”.

  • Black Twitter Icon

Alayr Jr.

Snare Drummer

“Toco bateria a 30 anos e 10 anos atrás assisti uma demonstração de percussão escocesa da extinta banda SLPB, fui conversar com os músicos e me incentivaram a ter aulas. Passei a estudar snare drumming e fiquei muito interessado pela música escocesa e a cultura das terras altas. Três meses depois tive a oportunidade de conhecer e fazer aulas com um dos mais conceituados professores escoceses de percussão, Gordon Craig, foi o empurrão final que eu precisava para decidir que isso era o que eu queria. Depois disso já fui duas vezes à Escócia para estudar, toquei no Campeonato Mundial de Bandas de Gaitas-de-fole em Glasgow e em várias apresentações no Brasil e América do Sul”.

  • Black Twitter Icon

Michel Mendes

Piper

“Não sei ao certo de onde veio meu interesse pela gaita-de-fole propriamente dita. Possivelmente aquele famoso desenho do Pica-pau onde ele toca o instrumento. Só sei que desde os 8 anos de idade pedia para minha mãe me colocar num curso. Na época ninguém ensinava o instrumento no Brasil, por isso fui me aventurando por vários outros instrumentos. Lembro também que no programa do Faustão havia uma vinheta feita de um remix da famosa Scotland the Brave e que eu tocava infinitas vezes essa música no teclado, para desespero de meus familiares que não aguentavam mais ouvi-la. Foi então em 2000 que achei a ‘Scottish Link Pipe Band’ e comecei a ter aulas em Campinas e São Paulo para depois, em 2007 aproveitar a participação da banda no Campeonato Mundial para aperfeiçoar um pouco mais minha técnica no Piping Centre em Glasgow. Hoje, após várias aventuras, faço parte da SASPD juntamente com meus amigos sempre à procura de novos desafios.”

  • Black Twitter Icon

Alayr Jr.

Snare Drummer

“Toco bateria a 30 anos e 10 anos atrás assisti uma demonstração de percussão escocesa da extinta banda SLPB, fui conversar com os músicos e me incentivaram a ter aulas. Passei a estudar snare drumming e fiquei muito interessado pela música escocesa e a cultura das terras altas. Três meses depois tive a oportunidade de conhecer e fazer aulas com um dos mais conceituados professores escoceses de percussão, Gordon Craig, foi o empurrão final que eu precisava para decidir que isso era o que eu queria. Depois disso já fui duas vezes à Escócia para estudar, toquei no Campeonato Mundial de Bandas de Gaitas-de-fole em Glasgow e em várias apresentações no Brasil e América do Sul”.

  • Black Twitter Icon

St. Andrew Society of São Paulo

StAndrewSociety.SP@gmail.com

Society Bank Account

Bradesco (237)

AG: 7890 - CC: 25997-7

Associação Saint Andrew do Estado de Sâo Paulo

CNPJ: 06.071.606/0001-02